quarta-feira, novembro 15, 2006

Fonte

Hoje, enquanto deambulava por esta internet fora encontrei uma fotografia antiga que prova que em Coimbra existiu uma fonte algures, perto do local onde hoje se encontra a Rua Fonte do Castanheiro, que ficava" ali perto" do Penedo da Saudade...
Podem agora os mais interessados tentar descobrir onde é que esta se situou, eu bem tentei, mas as minhas buscas foram infrutíferas (o que prova que nem tudo se pode encontrar na internet!)... Se tiverem muita sorte pode até dar-se o caso de descobrirem de quem se trata a "menina" que enche o cântaro, pode ser que seja a avó de alguma vizinha...

sexta-feira, outubro 27, 2006

Latada

Latada


s. f.
,
grade de canas ou de ripas, para sustentar parreiras ou outras plantas trepadeiras; parreira;


pop., pancada com o lato;bofetada; assuada, tocando em latas velhas.

Será?

domingo, outubro 22, 2006

Estúpido, mas estranho...

Por vezes dou comigo a fazer uma coisa que acho pelo menos estúpida ou absurda, e que consiste em ir carregando naquele atalho lá em cima à direita e que nos remete para o "Next Blog". É qualquer coisa como fazer um zapping quando não se tem intenção de parar em nenhum canal, já que o faço com uma constante fé de um dia encontrar algo realmente interessante para ler, um blog realmente diferente ou cujo conteúdo me cative.
A verdade é que até agora isso nunca aconteceu, nunca, em nenhuma destas minhas viagens pelo "blog seguinte", encontrei um blog em que lesse mais do que as primeiras linhas. E esta é a parte estúpida.
Já quanto à parte estranha, é que em quase todas as ocasiões em que o faço, deparo-me com um blog mais que uma vez, já me tendo acontecido que num mesmo zapping, me apareça o mesmo blog três vezes. Ora, se o "blog seguinte" nunca é o mesmo (tipo "blog vizinho"), num Universo de blog's que presumo ser de um número demasiado grande para que estas coisas possam acontecer por coincidência, só me resta pensar que o Blogger tem algo a ver com isto... E isso não me agrada...


P.S.: Se este blog deixar de existir por motivos desconhecidos e bizarros, não deixem de procurar bem lá no fundo as razões do Blogger nos levar aos blog's que ele quer, ao invés de nos remeter para um blog de forma aleatória...

sexta-feira, outubro 06, 2006

Duplamente inconveniente


Hoje decidi ir ao cinema para ver o filme "An Inconvenient Truth". Para quem desconhece trata-se de um documentário sobre o aquecimento global do nosso planeta. Acontece que até gostei muito do que vi...fala de um problema bem real, do qual toda gente já ouviu falar mas que infelizmente nem toda a gente sabe o que é concretamente ou até que ponto é grave. Está produzido numa linguagem bem simples e directa por forma a elucidar e sensibilizar o maior número de pessoas possível.

Mas lá está!!...Quando a "coisa" é feita por políticos e ainda por cima americanos, aquilo não podia ficar só por ali....o filme tornou-se duplamente inconveniente quando, no meio de toda aquela lição ambientalista, surgiu um claro apelo ao voto a favor daqueles que defendem este tipo de políticas...neste caso Al Gore...provavelmente anunciando a sua próxima candidatura a presidente dos EUA! Acho que era escusado....


P.S.: Ainda assim, aconselho vivamente toda a gente a ver o filme!

sábado, setembro 30, 2006

s/t


Hoje, ainda quis escrever...

domingo, setembro 24, 2006

Play?

Um conjunto de web pages está a criar o caos na vida de muitos cibernautas e utilizadores da internet.
Ao que se conseguiu apurar, sites como Metacafe, YouTube, Dailymotion ou iFilm estão a destruir aquilo a que muitos se dedicavam a fazer em frente aos monitores do computador. Apesar dos maiores afectados por este flagelo, que já começa a preocupar as autoridades, são os Funcionários Públicos, também muitos patrões tentam agora reparar este mal que ameaça muitos dos seus trabalhadores.
O problema em causa consiste no facto de sites como os referenciados difundirem de uma forma muito mais rápida, generalizada e democrática "vídeos engraçados" que o e-mail. Os problemas encontrados são vários e prendem-se com aspectos como o das pessoas que já não se sentem especiais por terem recebido o vídeo das "coisas engraçadas de gatos" que a Sandra mandou só às amigas especiais, mas que afinal todo o escritório já havia visto no YouTube ou o dos empregados de uma repartição de Finanças da Margem Sul onde o vídeo das 2 jogadas do Romagnoli, repetidas dez vezes em vários tipos de câmera lenta, não teve assim tanta projecção porque já todos têm conhecimento de que afinal existem jogadores de futebol por esse mundo fora e que nesses sítios até golos de apanha-bolas são mais vistos...
Uma das soluções apontadas por quem se tem debruçado sobre este problema é tentar difundir websites de troca e visualização de pps', que ao que parece, se terão de sacrificar em detrimento dos vídeos. Os locais de pps' na internet teriam assim, à semelhança do que acontece com os vídeos, várias categorias, como "Gatinhos Fofinhos", "pps' de Auto-Ajuda e Motivação" e a categoria mais visitada "pps' de 'Por Favor Difunde' ou 'Passa Ao Outro e Não Ao Mesmo'".
Um outro problema que se começa a vislumbrar e que já começa a dar sinais de se poder vir a tornar de uma gravidade assustadora é o das pessoas aderirem à moda de criar os seus próprios blogs apenas com o intuito de inserir "vídeos engraçados" destes sites e passarem demasiado tempo a pensar qual é o título que vão dar ao post (e que tem de superar o do colega do lado, que ainda no outro dia colocou o vídeo do puto que cai do skate e chamou-lhe "De pequenino é que se torce o pepino!) e deixarem de fazer aquilo que lhes é suposto como falar da vida das outras pessoas ou dizer mal do chefe.

sábado, agosto 19, 2006

MAIAMI VAICE


Fantástico!! O cinema Melius em Beja vai finalmente passar um filme com menos de 4 meses!! O problema é que com o entusiasmo todo lá se enganaram no nome do raio do filme!!


PS: A foto foi gentilmente cedida à força por este blogui.

segunda-feira, junho 19, 2006

Pelado

Depois de nos terem privado das barraquinhas dos "minuins", "termossos" e afins do lado direito da bancada topo do antigo Estádio Dr. Magalhães Pessoa, que estavam mesmo a jeito para quem entrava para assistir "à bola"; e de nos obrigarem a, quando dispostos a apreciar uma "jogatana" aos Domingos à tarde, a sentar naquelas horríveis cadeiras de plástico (ao invés do belo betão frsquinho!) onde muito dificilmente chove e a gabardine tem de ficar sempre enxuta, parece que a União Desportiva de Leiria vai, finalmente mudar de poiso, e já que nem a Marinha Grande, Fátima ou Torres Novas vão ser o local onde a equipa passará a actuar, a minha sugestão é a de que o Sr. Presidente leve os jogos para os Marrazes, no campo do Sport Clube Leiria e Marrazes, onde, mesmo que não o cheguem a relvar, se poderiam assistir a belos jogo da Liga, ali agarrados ao corrimão, a mandar bitaites para os jogares que fossem marcar os cantos e arriar fortemente no árbitro no fim da partida, à boa moda antiga do "distritalão". Quanto às assistências, o problema estava resolvido já que bastava considerar todas as pessoas que se encontravam à janela no Bairro Sá Carneiro para que o número de espectadores fosse maior que aqueles que vão hoje em dia aos jogos, no estádio das bebidas em lata e das sandes empacotadas...
Se a minha idéia for atendida, guardem-me já um lugarzinho de época...

terça-feira, junho 13, 2006

Esclarecimento Público

Ao que parece este blog esteve "em baixo" durante uns dias, pouco depois de ter sido publicado o último post.
A todos aqueles que me tentam tirar de cena, que tentam esconder as já reconhecidas opiniões e para bem da liberdade de expressão, e como exemplo para todos os que querem, como eu, escrever o que sentem, doa a quem doer, apenas posso dizer que não me calam!

sábado, junho 10, 2006

Polido

"Polido" - adj., diz-se do objecto que foi alisado;
brilhante;
luzidio;
fig., delicado; cortês; urbano; culto; civilizado; envernizado.


Sempre que leio o Público e vejo a cara do Sr. Vasco "Polido" Valente na última página, e são três dias por semana (Sexta, Sábado e Domingo!), sinto uma grande curiosidade em ler as barbaridades que ele por lá escreve. Curiosidade porque tenho sempre alguma esperança que o inimaginável aconteça, ou seja, que o senhor diga bem de alguma coisa, nem que seja da mãe dele; mas não, os dias vão passando, os fins-de-semana sucedem-se e deste homem só se consegue ler críticas negativas a alguma coisa e a única coisa de que consegue falar bem é (espantoso!) dele próprio. Curiosidade porque existe sempre pequena uma esperança que, depois de ler a tira do Calvin & Hobbes, e só resta a sua coluna para ler, esta seja a falar de si próprio e por uma vez na vida nos deparemos com uma opinião favorável a algo. Curiosidade porque, mesmo depois de lermos milhares de barbaridades escitas pela sua mão, existe sempre a possibilidade de lermos algo como o que este tipo escreveu ontem.
Que se fume, que se seja contra as políticas anti-tabágicas que se implantam neste "país (...) falhado" (Portugal, esta é de hoje!) e na Europa é uma coisa, agora comparar quem quer que seja que as implemente com o Hitler parece-me um bocado exagerado (serei só eu?). Segundo este gajo, o Sr. Correia de Campos é "um fanático e um tirano, que servilmente segue o pior de uma civilização fanática e tirana", que "não pensa em defender a saúde pública, pensa em extirpar o tabagismo e os tabagistas, que são para ele uma nojenta raça, sem direito à igualdade cívica.", o que é " simplesmente repugnante e horrível". Para acabar com a sua opinião a estas medidas (com que podemos ou não concordar) remata dizendo que "não por acaso a linguagem de Hitler serve tão bem para descrever o antitabagismo moderno" e que "a primeira pessoa que decidiu fazer o que a 'Europa' e o Dr. Correia de Campos se preparam agora para fazer foi, quem diria?, Hitler".
Comparar o facto de se proibir as pessoas de fumar em restaurantes, com o de se mandar matar milhões de pessoas inocentes é, de alguma maneira aceitável? É de alguém que não seja no mínimo atrofiado mental?
E para provar que por vezes, para falar mal de algo, não são precisos 4 ou 5 parágrafos, nem sequer uma coluna inteira de um jornal, deixo aqui a minha opinião sobre as opiniões do Vasco Pulido Valente: uma merda!


domingo, maio 14, 2006

20'

Se no dia 21 de Abril de 1982, em plena Guerra das Malvinas, o piloto destacado para abater um Boeing 707 da Varig, não se tivesse apercebido do erro a 20 segundos de o fuzilar, o rumo da História poderia ter então sido completamente diferente.
O Boeing tinha sido avistado por três vezes quando o porta-aviões britânico HMS Hermes se deslocava da Ilha de Ascensão para as Falkland (ou Malvinas, para os argentinos) e o piloto do Sea Harrier que a quem tinha sido dada a missão de fazer o reconhecimento pensou ver as insígnias da Força Aérea Argentina nos simbolos da Varig, e apesar do Boeing não possuir armas de combate julgaram-no um avião de reconhecimento.
Da terceira vez que foi avistado, às 11h34 do dia 22 de Abril, o comandante das forças britânicas achou que estava na altura de tirá-lo de cena, e não fosse o piloto ter dado pelo erro imediatamente antes de disparar, este avião que fazia uma rota regular entre Joanesburgo e o Rio de Janeiro, que cruzava a rota do porta-aviões tinha sido abatido com um número posssível de 219 pessoas a bordo.
Os Estados Unidos possivelmente retiraria o apoio ao Governo de Margaret Thatcher que, de qualquer maneira via assim baixar a sua popularidade, que estava em declínio antes da guerra e que com um episódio destes, impossibilitaria os seus 10 anos de governo em que se manteve depois graças à popularidade que todo este cenário produziu. As Ilhas Falkland chamariam-se neste momento e oficialmente Maldivas, a população quase totalmente britânica, de cerca de 2 milhares de pessoas, que residia no arquipélago abandonaria a ilha e esta viria a ser habitada por colonos da Argentina, cuja ditadura militar não acabaria por causa do desgaste que a guerra lhe provocou e não haveriam eleições democráticas em 1983.
Por 20 segundos...

Pena e papel...

Depois de no ano passado ter existido um interregno de 19 dias (entre os dias 28 de Abril e 18 de Maio) de post's neste blog, pensei, sinceramente, que este ano se iria repetir o cenário..
Ao contrário daquilo que imaginei, neste período que inclui os dias da Queima das Fitas, a inspiração foi mais que a normal e também foram mais as pessoas inspiradas...
Se a pena, dizem, é mais forte que a espada, acho que este ano esta começou finalmente a ganhar algum protagonismo face às noites do Parque, às barracas da cerveja (e da Matutano!) e às manhãs no Alentejano. A continuar assim, um dia passamos a semana da Queima sentados ao computador, a dissertar sobre qualquer assunto que nos venha à cabeça...

O fim da Queima...

Depois de beber que nem um alcoólico durante os últimos (muitos) dias, parece que consegui recuperar.
Acho que se me fizessem analises entretanto ainda seria difícil encontrar sangue no álcool...Mas o que importa é que estou a recuperar, e sem necessitar de recorrer aquelas reuniões onde as pessoas dão as mãos, se tratam pelo nome próprio, cuscam a vida uns dos outros e insistem em se apelidar de anónimos...
Foi então, durante este processo, que cheguei à conclusão que ser alcoólico não é fácil, não é só a loucura! Aquilo de ter de voltar a beber no dia seguinte a muitas borracheiras é coisinha que dá trabalho! E os enjoos?!!!
A sério, o Sr. Valentim é o meu herói...para ele é que é Queima, sempre a bombar... de dia e de noite!
Por isso é que Coimbra é uma Cidade bela e douta, a Universidade da Vida, aqui temos os melhores professores, aqueles que bebem uma Vida inteira e não dão parte fraca, nunca negam um fino...

Ainda somos uns meninos...e porra, eu nunca vou conseguir ser Alcoólico por mais de 15 dias!
Esta Vida não é fácil...


p.h.

sábado, maio 13, 2006

Terror instalado em Coimbra

Depois do clima de tensão instalado em Coimbra, o terror voltou a esta cidade quando o grupo terrorista que efectuou todo o cortejo sem beber bedidas alcoólicas preparou aquele que já foi chamado do "Golpe do Ano"!
Apesar do aparato em segurança criado no Quartel da Brigada Ligeira de Intervenção, que consistia não somente nos soldados que o habitam, mas também por uma empresa de segurança contratada, o grupo conseguiu entrar no local do Chá Dançante, envergando o mesmo traje usado anteriormente... A empresa de segurança contratada tinha como principal função proteger a decoração criada para o Baile de Gala, mas não contava que este grupo se conseguisse infiltrar na festa e destruir os planos da organização.
A prestação deste grupo foi de tal maneira estudada e preparada que ninguém suspeitava que este conseguisse iniciar uma rebelião com o intuito de destruir a decoração antes do estipulado pela organização da Queima das Fitas, lançando tentáculos em várias direcções, e angariando para as suas fileiras pessoas que estavam condicionadas anteriormente ao estabelecido.
O golpe final foi dado ao som da letra da música A Lenda de El-Rei D. Sebastião, do José Cid, que ainda não se sabe se estaria ligado ao grupo. Tal como no 25 de Abril, esta música deu o mote para o início da destruição, que culminou com o desaparecimento de duas importantes peças de arte, sendo uma delas uma importante representação de Napoleão Bonaparte, que se encontravam no espólio da Colecção Existente do Baile de Gala, e que desapareceram sem dar rasto, apesar do elevado tamanho que apresentavam e que agora se encontram em parte incerta.
As ligações ao grupo que actuou na passada Terça-Feira fizeram-se, quando no meio do terror criado para poderem usurpar as peças de arte, testemunhas tenham dado conta de que no meio deste grupo de estudantes que organizaram a rebelião se encontrava alguém na posse de uma bengala ridiculamente pequena.◙JC

sexta-feira, maio 12, 2006

Visão Matinal


Começo a ficar preocupado...será da falta de vista ou será mesmo de estar com sono!? O melhor é deixar-me destas brincadeiras de levantar cedinho para ir pescar ao Mondego...não vá uma pessoa cair ao rio!!

quarta-feira, maio 10, 2006

Estudantes causam pânico!

Um grupo de estudantes causou esta tarde o pânico no tradicional Cortejo da Queima das Fitas, ao fazer todo o percurso sóbrios. O grupo, consposto por um ainda incerto número de elementos dirigiu-se a esta festa e, ao que parece, efectuou todo o percurso sem ingerir bebidas alcoólicas. O acontecimento, que se iniciou por volta das 18h30, deixou grandes marcas em todos aqueles que participaram ou que viam esta festa. Segundo várias testemunhas, o grupo era liderado por dois cabecilhas, que segundo informações recolhidas já antes haviam estado em cortejos sem beber, de modo a estudar a acção que hoje se desenrolou. Os relatos apontam para o facto destes cabecilhas serem um deles uma pessoa de cabelo curto, de estatura média e olhos castanhos (supostamente o "cérebro" de toda a operação) e outro que se distingua por um proeminente nariz e uma bengala ridiculamente pequena.
Apesar das tentativas para imobilizar a acção deste grupo terrorista que seguia na sua maioria cartolado, este conseguiu chegar à Portagem sem que ninguém os parasse, apesar de haver quem diga que no final, ainda tiveram de recorrer à "baixinha" para poderem atingir a sua meta.
A ordem foi depois reposta quando estes indivíduos desapareceram sem deixar rasto e as tradicionais bebedeiras de caixão à cova poderam voltar a imperar pela cidade de Coimbra, para descanso de toda a população.◙JC

sexta-feira, maio 05, 2006

Queima = ?

Mais do que o símbolo do terminus de uma fase académica, a Queima é uma tradição preservada pelos estudantes que verdadeiramente vivem Coimbra. Nesta fase não se queimam só as fitas, mas queimam-se muitos neurónios, mas desde que façamos essa «fogueira» com a lenha da amizade e diversão, a cidade enche-se de sorrisos e o Mondego de recordações.
Por isso, todos nós que a vivemos, temos dela uma concepção muito própria, razão pela qual peço a todos os que queiram comentar este blog que nos deixem uma definição de Queima.

Desculpas

Queria desde já pedir desculpas a todos os nossos leitores (ou só visitantes!) por tudo o que possa vir a acontecer neste blog durante os próximos 9 dias! O mais provável é que ninguém se lembre que este blog exista neste espaço de tempo em que dura a Queima das Fitas, que começou à uns 10 minutos, mas, em todo o caso, e como mais vale prevenir que remediar (já dizia a minha avózinha!), aqui ficam


As mais sentidas e sinceras desculpas,


Chumapamissa

terça-feira, maio 02, 2006

FVM ou Faça-Você-Mesmo

10 Passos Simples Para a Realização de Um Post:

1. Abrir o browser;
2. Aceder ao site www.blogger.com;
3. Inserir o Nome de Acesso e a Password;
4. Carregar em "Efectuar Login"
5. Carregar no sinal da adição (+) à frente de "Chumapamissa";
6. Escrever um título no local à frente de "Título";
7. Escrever um post dentro do quadrado branco que aparece, dentro de uma caixa de cor rosada:
8. Ir ao "Preview", para se fazer uma visualização prévia de como irá ficar o post;
9. Carregar no botão côr-de-laranja, de "Publicar Postagem";
10. Aceder à página Chumapamissa, através do link "Visualizar".

sexta-feira, abril 28, 2006

Falar pró boneco...

Após ter sido brutalmente atingido por um post de um tal de membro deste blog (que por sua vez não aparecia por cá há uns anitos...) comecei a pensar que talvez o mal deste blog é não tratar o boneco com o devido respeito...

Assim sendo, a partir de hoje em vez de falar pró boneco, vamos passar a falar para o Exmo. Sr. Dr. Boneco! Pode ser que Vossa Excelência comente qualquer coisinha....

quinta-feira, abril 27, 2006

Em minha casa ou na tua?

O Conselho de Repúblicas convidou um tal de Mário Silva para, no âmbito das comemorações do 25 de Abril organizadas pelo Conselho, a fazer uma pintura que marcasse a data.
Parece é que a obra não foi totalmente acabada, já que o artista foi interrompido pela PSP quando a estava a terminar. Se calhar, o facto de a obra ter sido realizada na parede do Departamento de Física da Univesidade de Coimbra e não numa tela, por exemplo, condicionou esta acção por parte da polícia, mas quem sabe, estou enganado...
Pelo menos a julgar pelas palavras do artista, que disse considerava "aquilo uma obra de arte que deixo à Universidade de Coimbra" e que "se alguém pintar aquilo de branco será responsabilizado, que eu sou sócio da Sociedade Portuguesa de Autores"(?), e dos que o haviam convidado que, quando impedidos de assinar a obra, gritaram palavras como "25 de Abril sempre" e "fascismo nunca mais"...
Será que o Conselho de Repúblicas não encontrou, em toda a área de fachadas das suas mais de 20 Repúblicas um espaço equivalente àquele que usaram na parede de um edifício que não lhes pertence? Será que estarão totalmente abertos à realização de uma acção deste género, por alguém que lhes seja alheio, numa parede de uma das suas Repúblicas?
Se alguém quiser, inclusivé, organizar uma maneira de se pintar uma das Repúblicas intervinientes de côr-de-rosa às bolinhas azuis, pode, desde já, contar com a minha colaboração...

Depois de muito tempo sem tocar na pena da escrita, resolvi revisitar este blog que vive dos comentários curiosos e interessantes que nos fazem pensar. Sem dúvida que criar este blog foi uma forma de fazer transbordar ideias e estimular a escrita. Através dele descobrimos talentos escondidos, como o caso do nosso Juanito ou do nosso Satanhoco, que fluem o pensamento ao sabor das palavras, nunca perdendo o seu peculiar sentido de humor. Se há blogs que com o passar do tempo perdem qualidade, este, pelo contrário, tem conseguido manter o seu «nível», pois convida-nos a ler temas variados e sempre com um certo requinte de humor.
No entanto, se não fossem certos elementos a regar este blog (como os que acima referi), este pequeno espaço há muito que estaria seco de palavras. Eu sou certamente uma das pessoas que, apesar de me orgulhar de ser a única mulher deste blog, se tem esquecido de contribuir com textos ou comentários. Por isso mesmo, hoje faço um apelo a todos (como o Joel, o Dri, o Gil, o Jorz, etc...) para que dêem mais cor e mais conteúdo ao Chumapamissa!
Até breve, Catwoman

quarta-feira, abril 26, 2006

Tsu-Chu

Na disnastia Xia, por volta do ano 2197 a.C., um senhor chamado Yang-Tsé e que pertencia à guarda do Imperador, desenvolveu um desporto que consistia em lançar com o pé (Tsu) bolas recheadas de couro (Chu), que tinha fins militares.
Este desporto teve como base ser normal nesta época, chutar os crâneos do inimigos derrotados entre duas estacas colocadas no chão...

segunda-feira, abril 24, 2006

Record

Kevin Alderton é um antigo soldado de 34 anos que bateu um record de velocidade na estância de ski de Les Arcs, em França, ao atingir as 100,94 milhas por hora, ou seja, qualquer coisa como 162,5 km/h.
Até aqui, nada de especial, a não ser o facto de este rapaz, nascido em Dartford, Kent, ter ficado com apenas 4% da visão depois de ter sido espancado em Islington, norte de Londres, por um gang de cerca de 30 homens, quando tentava ajudar uma rapariga; e de este record de velocidade ter sido efectuado numa pista de ski, com a ajuda de um aparelho rádio, por onde lhe eram dadas as instruções necessárias...
"Cannonball", como agora é chamado, disse mesmo antes de ter iniciado a prova que era "preciso ser um pouco lunático só para tentar fazer uma coisa destas!", e que o seu objectivo é mesmo chegar às 130mph, acima dos 200km/h...
Força...

sexta-feira, abril 21, 2006

Curioso

É que o Método de Monge estudado hoje na Geometria Descritiva , foi mantido em segredo por mais de 15 anos por Napoleão, que durante este tempo o usou nas técnicas militares, de forma a poder posicionar as suas tropas no campo de batalha, sem que estas ficassem sob a mira do inimigo; que D. Pedro II do Brasil, filho de D. Pedro IV de Portugal, tenha adquirido uma câmera fotográfica antes destas se comercializarem no Brasil, tornando-se um dos primeiros fotógrafos brasileiros e que na lateral deste blog exista agora um link para um outro blog, onde o João conta as suas aventuras na capital da Sicília...
Curioso? Ou se calhar, até não...

quinta-feira, março 30, 2006

Semear ventos...

À dois dias atrás, descobri num dos corredores dos Gabinetes do Laboratório de de Hidráulica, Recursos Hídricos e Ambiente, impresso num belo cartaz em que se resumia um estudo laboratorial do deslocamento de sementes de pinus pinea, pinus pinaster e grevillea sobre a acção de chuva simulada.
O referido estudo, concluia que "o deslocamento das sementes é função das suas características físicas, nomeadamente o seu peso próprio" e que "o declive do solo mostrou também afectar directamente o deslocamento sofrido pelas sementes".
Fiquei bastante surpreendido e com a idéia de que a minha vida pode ter mudado depois de saber que a chuva desloca mais facilmente as sementes do pinheiro mais leves que as mais pesadas e ainda, imagine-se, que quanto mais inclinado for o terreno, mais facilmente a chuva as arrasta! Brutal!

terça-feira, março 21, 2006

Acesso à Informação

Ontem, O Público apresentava uma notícia que tinha a ver com o facto de os bloggers poderem começar a ter acesso à informação que chega por exemplo aos meios noticiosos, de forma a poderem utilizá-la nos seus blogs.
Nesta notícia dava-se conta, por exemplo, de que os "blogues poderão vir a aceder a comunicados do Governo", e ainda que há já algum tempo que o assessor para a comunicação social do Ministro dos Assuntos Parlamentares, Carlos Narciso, tem vindo a publicar em vários blogues frases como "gostaria que me indicassem um email para vos enviar informação com relevência para o vosso blogue", o que demostra que os blogs começam a ter acesso a informação, que outrora apenas outros meios tinham.
Quanto à possibilidade dos bloggers poderem vir a ter acesso à bancada de imprensa da Assembleia da República, à semelhança do que acontece com os briefings diários na Casa Branca, o Ministro, Augusto Santos Silva, diz que para já não pondera esta hipótese.
Quero aqui expressar que me sinto totalmente solidário com os bloggers que querem ter acesso a este tipo de informação, já que, mesmo que não tenha muito interesse nas notícias que são enviadas para as redações ou em ter acesso à bancada de imprensa da AR, apreciava muito começar a ter acesso às conferências de imprensa do Benfica!

terça-feira, março 14, 2006

O pior de sempre...

Nico Broekhuyesen, em 1902, inspirando-se num desporto sueco, chamado Ringboll, inventou o Korfbal, ou Corfebol em Português, numa altura em que a "Associação de Educação Física de Amsterdão solicitava um jogo que pudesse ser praticado por jovens de ambos os sexos" que "não fosse muito dispendioso, solicitasse uma actividade física geral e que fosse atraente para os jovens".
A IKF, International Korfball Federantion define este desporto como sendo o único verdadeiramente misto, em que ambos homens e mulheres têm iguais oporunidades.
Este desporto joga-se com duas equipas de 8 elementos cada, sendo 4 deles homens e os outros 4 mulheres, dividindo-se dois homens e duas mulheres em cada lado do campo, ficando cada equipa com uma zona em que os elementos só defendem e outra em que apenas atacam, tentando colocar a bola nos cestos.
Outras regras que este jogo tem, são, por exemplo, não se poder correr com a bola, ou seja depois de se receber a bola, podemos apenas passá-la a um elemento da mesma equipa ou atirar ao cesto, sem deslocar-mos o pé de apoio. As marcações individuais podem ser apenas feitas entre elementos do mesmo sexo, ou seja, homem só marca homem e mulher só marca mulher (esta parte confunde-me um bocado na questão das "iguais oportunidades" e na tão grande democracia deste jogo!) e não se pode tirar a bola ao adversário nem tocar-lhe, pelo que se tem de esperar pelo erro da outra equipa para se recuperar a posse de bola ou esperar que eles encestem. Os cesto, ao contrário daqueles utilizados no Basquetebol, não têm tabela, que é o mesmo que dizer que só se pode encestar "sem espinhas".
Com tudo isto, resta-me apenas dizer que este é, e através de experiência própria em aulas de Educação Física ainda piores que as de Ginástica, em que se era obrigado a usar sabrinas, o pior desporto de sempre...

sexta-feira, fevereiro 24, 2006

Binary

01000011
01101000
01110101
01101101
01100001
01110000
01100001
01101101
01101001
01110011
01110011
01100001

quinta-feira, fevereiro 23, 2006

À Grande!

A Barragem das Três Gargantas, no Rio Yangtze, vai ser o maior projecto hidráulico do Mundo, quando acabado.
O Rio Yangtze é o maior rio da China, e só não é maior que o Nilo e o Amazonha em todo o Mundo. Com 6300 km de comprimento, nas ce nas montanhas da região de Tsinghai vai desaguar no Mar da China, a norte de Shanghai.
A obra, que devará estar concluída em 2009, será feita em três fases ao longo de 17 anos, e já começou no ano de 1993.
Quanto ao património cultural, o Departamento Estatal da Protecção de Relíquias Históricas terá, por exemplo, de realizar uma réplica exacta de Dachang, uma povoação com mais de 1700 anos construida nos finais da Dinastia Ming, a 5 km da sua actual localização; fazer um dique a protejer a aldeia de Shibao, uma das primeiras aldeias construidas em madeira ou mudar o TemploZhang Fei para um local a 32 km do que este se encontra...
A barragem, que já foi apelidada da "Segunda Muralha da China", deverá fazer subir o nível da água até 175 metros, armazenando qualquer coisa como 39300 milhões de metros cúbicos, e vai obrigar ao maior desalojamanento alguma vez efectuado, já que se trata de mais de 1130000 pessoas, em mais de 140 núcleos urbanos e ainda o fecho de 1600 empresas e fábricas...
E para mais, ninguém bufa!!!